Cliente acusa Mercado Bitcoin de golpe após vender criptomoeda na plataforma e não receber dinheiro em conta

O Mercado Bitcoin está sendo acusado de “golpe” por um cliente idoso que negociou criptomoedas recentemente na plataforma. O usuário decidiu processar a exchange brasileira após vender R$ 1 mil em Bitcoin e não receber o depósito em dinheiro na conta bancária.

O investidor alega que o dinheiro não foi depositado em sua conta bancária depois de vender o saldo em criptomoedas no Mercado Bitcoin. Além disso, ele acusa um “IP desconhecido” como sendo responsável pelo saque de R$ 1 mil, conforme é citado no processo judicial.

Dessa forma, o cliente pede que a Justiça de São Paulo determine o bloqueio de dinheiro em nome da exchange, que seria utilizado para saldar o depósito não recebido.

No entanto, o pedido de arresto de bens em nome do Mercado Bitcoin não foi deferido pela Justiça, tendo em vista que “os fatos são controvertidos” sobre o caso, já que a corretora de criptomoedas ainda deve se pronunciar antes de qualquer decisão.

Cliente do Mercado Bitcoin alega não ter recebido por venda de criptomoeda

Um cliente do Mercado Bitcoin está processando a empresa após não receber um depósito de R$ 1 mil proveniente da negociação de criptomoedas na plataforma. O dinheiro pode ter sido depositado em outra conta bancária, sugere o investidor que atesta não ter recebido o dinheiro.

Segundo o usuário, ele transferiu R$ 1 mil em dinheiro no dia 13 de abril de 2020 para comprar Bitcoin na plataforma, sendo que cerca de uma semana depois, no dia 22 de abril, ele vendeu o saldo que tinha em criptomoedas no Mercado Bitcoin.

Nesse mesmo dia foi solicitado o depósito para a conta do investidor, mas o dinheiro não caiu na conta bancária que pertence ao usuário.

“O autor foi vítima de um golpe. Afirmou que irá propor ação de rescisão contratual cumulada com perdas e danos. Requereu a concessão da tutela para que seja bloqueado o valor de R$ 1.000,00.”

DInheiro de exchange não será bloqueado

A Justiça de São Paulo decidiu indeferir o pedido de arresto de dinheiro proposto pelo cliente do Mercado Bitcoin. A decisão publicada nesta quinta-feira (7) diz que a corretora de criptomoedas deve apresentar informações sobre o caso até cinco dias.

Ao procurar o Mercado Bitcoin para resolver o problema, a empresa confirmou a realização do pedido de saque no dia 22 de abril de 2020 para o cliente que teve acesso ao IP que originou a solicitação.

O investidor argumenta que o dinheiro foi transferido através de um IP desconhecido por ele, e por isso acusa a exchange de “golpe”. Por outro lado, a decisão judicial declara que não existem motivos para bloquear dinheiro do Mercado Bitcoin.

“O bloqueio requerido tem natureza de arresto, não havendo elementos que indiquem estar a ré em situação de insolvência ou dilapidando o patrimônio para furtar-se às suas responsabilidades.”

Em contrapartida, o Mercado Bitcoin diz que não recebeu nenhum comunicado sobre o caso envolvendo o depósito de R$ 1 mil do cliente em questão. Em resposta ao Cointelegraph a assessoria da exchange garantiu que suas operações acontecem com segurança.

“O Mercado Bitcoin ainda não foi intimado sobre esse caso, mas reforça que segue todos os trâmites que garantem a segurança das operações.”

Leia Mais:

Source